Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto
Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brazil
Nós somos o 4º ano C, da Escola Eugênio Nelson Ritzel, Bairro Kephas, em Novo Hamburgo. Nossa professora chama-se Maria Ester. Nós somos uma turma esperta, inteligente, unida, amiga, leal, bonita, confiante. Nós estamos nos conhecendo.

Socializar experiências da sala de aula

O blog é uma excelente ferramenta, para dialogarmos com pessoas de diferentes lugares do mundo. Através deste, partilho as vivências de sala de aula. Este lugar é único. Como professora, cotidianamente enfrento novos desafios. São muitas experiências que entendo ser importante comungar com outras pessoas. Neste sentido, relato o dia a dia do 4º ano C, minha turma querida. Há dificuldades também, mas elas são pequenas diante das alegrias, das construções coletivas, das iniciativas da turma, das produções. Obrigada, por prestigiar-nos com sua visita. Fraterno abraço, professora Maria Ester Martins do Nascimento.

domingo, 7 de agosto de 2011

Folclore

video
Bryan apresentando à turma uma lenda  
O que é folclore? Com este questionamento iniciei nesta segunda-feira, dia 1º de agosto, o estudo sobre folclore. Responderam: É uma dança (Thales), é dança gaúcha,  é cultura gaúcha (Juliana Vitória), é costume brasileiro, é uma tradição que relembra histórias antigas (Dieniffer), é teatro (Neri).
Baseada nas falas vindas da turma enumerei outras definições sobre folclore, reportando-me às vivências pessoais, que reportam-se à oralidade dos mais velhos. Neste sentido contei-lhes alguns fatos ligados a minha infância: "Quando eu era criança, em torno de uns 8 anos, sempre às sextas-feiras, minha família e os vizinhos diziam que aparecia um cachorro grande, que era o lobisomem. E, além disso comentavam sobre a suspeita de um vizinho ser este "ser". Também ouvia a minha mãe contar que ao chegar uma borboleta grande era uma bruxa e que na sua infância foi dado uma vassourada na "borboleta", machucando-a. No outro dia uma vizinha apareceu machucada, ou seja, deduziram que ela era uma bruxa". Os relatos, algumas canções de ninar e de roda tiveram como propósito exemplificar o que seja folclore. No decorrer do mês faremos muitas atividades relacionadas ao folclore. Também pretendo trazer algumas pessoas, para colaborarem conosco nesta discussão 
Folclore
A palavra surgiu a partir de dois vocábulos saxônicos antigos. "Folk," em inglês significa "povo". E "lore", conhecimento. Assim, folk + lore (folk-lore), quer dizer "conhecimento popular". O termo foi criado por William John Thoms. No Brasil, após a reforma ortográfica, em 1934, foi eliminada a letra k, a palavra também perdeu o hífen e tornou-se "folclore".
Folclore é o conjunto de todas as tradições, lendas e crenças de um país. O folclore pode ser percebido na alimentação, na linguagem, no artesanato, na religiosidade e nas vestimentas de uma nação.
Para se determinar se um acontecimento é folclórico, ele deve apresentar as seguintes características:
Tradicionalidade: vem se transmitindo geracionalmente
Oralidade: é transmitido pela palavra falada
Anonimato: não tem autoria 
Funcionalidade: existe uma razão para o fato acontecer
Aceitação coletiva: há uma identificação de todos com o fato
Espontaneidade: não é oficial e nem institucionalizado.
As caracteristicas de tradicionalidade, oralidade e anonimato podem não ser encontrados em todos os fatos folclóricos como no caso da literatura de cordel, no Brasil, onde o autor é identificado e a transmissão não é feita oralmente.
O folclore inclui mitos, lendas, contos populares, brincadeiras, provérbios, adivinhações, orações, gírias, apelidos de pessoas e de lugares, trava-línguas. Também inclui festas, encenações, artesanato, medicina popular (chás), danças, música instrumental, canções (inclusive as de ninar).
A lista do que é folclore ainda inclui gestos, a maneira de chamar a atenção que usam os vendedores de rua, os símbolos, as receitas de comidas, os motivos dos bordados, alguns tipos de cercas e de casas e até mesmo maneiras de chamar e dar comandos aos animais, porque todas essas manifestações são muito próprias de cada cultura e diferem de região para região.
Em 22 de agosto, o Brasil comemora o Dia do Folclore. A data foi criada em 1965, através do Decreto Federal nº 56.747, de 17 de agosto de 1965.  (Extraído da Biblioteca Virtual do Estado de São Paulo, no endereço: http://www.bv.sp.gov.br) 
Texto: Maria Ester Martins do Nascimento e do endereço eletrônico http://www.bv.sp.gov.br
Vídeo: Maria Ester Martins do Nascimento 

Um comentário:

  1. ADOREI A POSTAGEM!!!! FALAR SOBRE FOLCLORE É TUDO DE BOM!!! UM ABRAÇO PARA VC E SUA TURMA.
    PROFª MILENE

    ResponderExcluir